Olá pessoal, a gordura localizada, frequentemente encontrada na região femural (glúteos, coxas e culote nas mulheres e na região abdominal e lombar nos homens), apresenta uma etiologia multifatorial, sendo os principais fatores predisponentes a herança genética, os hábitos alimentares e o sedentarismo, além de toda questão hormonal, aromatização que varia para cada pessoa etc. Por isto é imprescindível saber quais alimentos podemos ou não incluir diariamente para controlar ou resolver isto em nosso corpo.

Os principais vilões que favorecem o aparecimento da gordura localizada são alimentos com açúcares. A gordura não utilizada como fonte de energia tende a ser armazenada em certas regiões do corpo, como energia de reserva, podendo aumentar a gordura localizada. O excesso de açúcar se transforma em energia de reserva e aumenta nossa quantidade de gordura. Não deve haver exclusão desses alimentos, visto que são fundamentais para a saúde, no entanto o consumo deve ser equilibrado.

Para entender melhor, é necessário entender que para quem sofre com muita gordura localizada, pode escolher (com ajuda de uma recomendação profissional) entre duas possíveis dietas: consumo de proteína e gordura de baixa caloria ou a ingestão de carboidrato de qualidade e baixo índice glicêmico.

É necessário entender que a carência de proteínas na dieta alimentar pode ajudar no aparecimento de gordura localizada e a musculação pode ser a melhor escolha, se não houver utilização de modulação hormonal como opção para tratar essa gordura localizada. Este tipo de exercício aumenta a massa muscular e o torno muscular, além de ampliar a taxa metabólica basal e, por consequência, deixar o metabolismo elevado para queimar gordura o dia todo. Ou seja, além de uma alimentação de baixa ingesta de carboidrato de qualidade ou gorduras e proteínas de baixo índice glicêmico, a musculação deve ser uma aliada constante.

Com um corpo que possibilita maior queima de gordura, este trabalho será facilitado durante o dia.

Certos alimentos podem ajudar a aumentar ou inibir a enzima aromatase. É uma enzima aromatase, que converte o hormônio andrógeno em estrogênios no corpo de uma mulher. Aromatase também converte excesso de testosterona no corpo de um homem em estrogênios e quanto maior a gordura corporal, maior a aromatase.

* Alimentos como tofu, soja, proteína isolada de soja, óleo de girassol, óleo de soja, óleo de cártamo, óleo de milho e alcool turbinam a aromatase

* Os alimentos que inibem aromatase incluem blueberries, aipo, ginjas, cranberries, uvas vermelhas, suco de uva roxa, rábano, couve, tomates, cogumelos brancos e vegetais crucíferos, como brócolis, repolho, couve-flor e couve de Bruxelas.

Comece a substituir algumas carnes vermelhas do seu cardápio pelas carnes brancas de peixes ou aves. Prepare estes alimentos no vapor, grelhados, cozidos ou assados. Evite, sempre, as frituras, ricas em gorduras. Procure também utilizar pouco óleo nas preparações, inclusive no tempero de saladas. Prefira o azeite e evite os doces com recheios, creme de leite, chantilly, chocolate, pois possuem grande quantidade de gorduras e alta concentração de calorias.

Utilizar pouco sal, pois o excesso deste é responsável pela retenção de líquidos pelo organismo, também é o segredo.

Escolham alimentos integrais, pois são ricos em fibras que ajudam no bom funcionamento do intestino e auxiliam na excreção de excesso de gorduras e colesterol da dieta.

Lipotermo Woman Care (60 Cápsulas)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *